Conselhos que ajudam ou nem tanto

Quantas novas mamães ou papais já não se depararam com aqueles típicos conselhos:

Olha se der chupeta vai largar o peito, olha se colocar para dormir no quarto já era não sai nunca mais, olha bota para dormir na sua cama para facilitar a amamentação e etc

Muita gente faz até por bem, alguns são enxeridos mesmo mais nós sempre podemos pegar os limões e fazer uma baita limonada, então let’s try.

Saiba que você precisa achar ferramentas que tornem a sua vida mais fácil porque acredite, ter um serzinho que depende de você e que acorda para mamar e trocar fraldinha a cada 2 horas independente de como você está se sentindo, embora delicioso será estressante acredite. E seus hormônios ajudaram o estresse a florecer ainda mais.

Bom outra coisa que tenho que dizer a respeito é cada casa é uma casa, e cada família tem sua rotina.

Por exemplo, no caso aqui de casa, desde o primeiro dia coloquei minha filha no bercinho dela. Ela teve alguns dias de cólicas e eu de crises de choro juntinho com ela e então colocávamos ela na nossa cama, e para que isso fosse “seguro” compramos um Moisés, um tipo de bercinho dobrável e colocávamos ela nele entre mim  e meu marido para dormir durante as crises de cólicas, mas eu evitava colocar ela para dormir na nossa cama, porque na minha realidade não dava certo, eu não dormia de jeito nenhum com medo de passar por cima dela, o pai dela também não dormia direito e etc, então nós escolhemos que ela iria dormir no cantinho dela e assim foi do nosso geitinho.

Decidimos também que ela teria a chupetinha dela, e não usaria o peito da mamãe aqui de chupeta, simplesmente porque eu como mãe humana também precisava dormir, descansar em fim então entre as mamadas demos chupeta.

Não foi fácil e ela não pegou de primeira e na verdade ela demorou quase 3 meses para pegar a chupeta, mas seguimos tentando até porque se não era a chupeta era o tetê aqui da mamãe.

Eu decidi seguir os conselhos do pediatra, independente dos conselhos de um monte de gente que já tinha criado 10, 15, 20 crianças dando água desde de sempre, deixando rolar no chão e etc sabe, eu fiz o que eu achei melhor e faço até hoje.

E por aí vai gente e eu poderia seguir aqui dando um milhão de exemplos para mostrar a minha realidade, mas a rotina e realidade da minha família são diferentes das de um monte de gente.

Eu mesma caí nesse erro na semana passada de dar conselhos não solicitados para uma amiga sobre rotina de sono para o bebê dela, sendo que ela tem uma rotina super diferente da minha e depois fiquei morrendo de vergonha do que fiz.

Então gente a dica que eu dou é: Pesquise, analise a sua situação, sua realidade, sua rotina e etc.

Se você achar que só vai ficar tranquila com seu bebê dormindo coladinho com você e acha que será super seguro bem, se acha que a chupeta não é legal porque vai acabar com os dentinhos ou com a amamentação bem, se achar que o carrinho a,b ou c é o melhor para sua rotina de vida ótimo.

E sobre dar conselhos, só dê se forem solicitados ou se você é realmente íntimo (a) da mãe e não force a barra como eu fiz.

Gente não estou falando para ser o dono da razão, mas não fique aflita se você decidir algo para seu filho que a sua vizinha pensa que é errado por exemplo, a maternidade já é bem difícil sem nos comparar-mos com ninguém.

Lembre-se, você é a melhor mãe que seu filho poderia ter.
Mudar, melhorar, evoluir como pessoa faz parte, mas nunca se comparar, ou comparar a sua família, sua vida com a de outra pessoa.


Espero ter ajudado, beijos e até o próximo post.

Comentários

Mais lidas